Gengibre, como não amar?

Bom dia! 🔅

Gengibre, como não amar ❤️? Já citei várias vezes aqui no site sobre as propriedades dessa raiz. Agora volto a falar sobre uma outra visão o da “Medicina Tradicional Chinesa”. Na Medicina Tradicional Chinesa o gengibre é utilizado para:

  • Trabalhar nos canais do baço, estomago, coração, pulmão;
  • Aquecer o baço e o estomago e dispersa o frio
  • Prevenir o colapso de yang;
  • Aquecer os pulmões e eliminar umidade;
  • Circular energia e sangue;
  • Favorecer a atividade de desintoxicação do fígado.

As indicações gerais dessa raiz tão popularmente conhecida:

Carminativo: gases e distensão abdominal

  • Náuseas e vômitos gravídicos, alimentares, pós cirúrgicos ou por movimento. Eficaz em náuseas e vômitos em quadro pós-operatório – 1g ou mais de gengibre desidratado (CHAIYAKUNAPRUK, et al., 2006); Apesar das advertências sobre o uso em náuseas e vômitos de grávidas, apresenta segurança em doses terapêuticas por algumas semanas na forma de chá e comprimido (ALI & GILANI, 2007); protege a parede do estomago.

Atividade antibacteriana: Inibe crescimento de H. pylori em doses de 250 a 350 mg. Potente inibidor da H+/ K+ ATPase e do crescimento da Helicobacter pylori , é de 6-8x mais potente que o lanzoprazol – atividade antioxidante (SIDDARAJU & DHARMESH, 2007);

  • Anti-câncer, antioxidante, anti envelhecimento
  • Modula a pressão arterial , reduz colesterol e esteatose hepática.
  • Promotor de secreções salivares, gástricas, pancreáticas – digestão lenta, dispepsia, aperiente, refluxo, azia.
  • Hepatoprotetor e protetor biliar. Colagogo (gingerol): aumenta a secreção biliar;
  • Espasmolítico: O óleo essencial apresenta ação antiespasmódica no íleo de rato por interação com os receptores 5 HT3 (RIYAZI , et al., 2007);
  • Estimula o peristaltismo e tônus intestinal;
  • Gripes, resfriados, bronquites. Irritação e inflamação de garganta, rouquidão, tosse, asma. Reduz febre;
  • Enxaqueca;
  • Hipercolesterolemia, triglicérides altos: A inclusão de gengibre in natura na dieta de coelhos durante 8 semanas demonstrou quadros de hipolipidemia e hipocolesterolemia (OMAGE, et al., 2007);
  • Combate toxinas alimentares;
  • Relaxante em quadros de pânico e ansiedade;
  • Ação – antitrombótica, antioxidante, e Atividade anticonvulsivante, ansiolitica e antiemética em frações de benzeno e éter de petróleo observadas em ratos (VISHWAKARMA et al., 2002); O extrato aquoso, óleo essencial e extrato hidroalcoólico promovem a circulação cerebral manifestando atividade anticoagulante e antitrombótica em doenças vasculares cerebrais (LU, 2005);
  • Atividades analgésica, anti-inflamatória e hipoglicemiante foram observadas em ensaios em ratos e camundongos utilizando-se o extrato metanólico (OJEWOLE, 2006): Gingeróis inibem prostaglandinas (COX1 e COX2) e leucotrienos (LOX5)– efeito anti-inflamatório – dores reumáticas e musculares, como artrite e artrite reumatoide (LANTZ, et al. 2007); Em associação com Alpinia galanga L. foi utilizada em pacientes com osteoartrite de joelho apresentando excelentes resultados (ALTMAN & MARCUSSEN, 2001);
  • Emagrecedor: Os princípios picantes do gengibre, gingerols e shogaols tem propriedades termogênicas. Aumento consumo de oxigênio associada a vasoconstricao, particularmente causados por 6-gingerol. Ação emagrecedora do extrato aquoso inibindo a hidrólise de gorduras no intestino pela lipase pancreática diminuindo a absorção de gorduras (HAN, et al., 2005);
  • Os tratamentos com extratos de metanol e acetato de etila demonstraram redução de peso, taxa de glicose e índice de gordura em camundongos (GOYAL & KADNUR, 2006);
  • Antidiabética em ratos com diabetes mellitus induzido por aloxano – extrato aquoso (OLAYAKI, et al., 2007);
  • Atividade antialérgica observada no óleo essencial e extrato etanólico em cultura de células (TEWTRAKUL & SUBHADHIRASAKUL, 2007);
  • Atividade antiangiogênese patológica do (6)-gingerol, podendo ser utilizado para tratamento de tumores (KIM, et al., 2005);
  • Atividade antihelmíntica em diversos nematódeos intestinais – pó desidratado e extrato aquoso (IGBAL, et al., 2006);
  • Neuroproteção na prevenção de formação de β-amilóide – mal de Alzheimer em ratos – extratos aquoso, metanólico e clorofórmico (KIM , et al., 2007);
  • Propriedades antioxidantes observadas no tratamento com extrato etanólico promovem nefroproteção em camundongos em nefrotoxicidade induzida (AJITH, et al., 2007);
  • Ensaios in vivo e in vitro demonstraram que o (6)-gingerol previne lesões da pele por raios ultravioleta e inibe a COX-2 (KIM, et al., 2007).
  • Náuseas, enjoos, vômitos, gripes, resfriados, inflamação osteoarticular, emagrecedor, tosse, hiperlipidemia, hipercolestolemia.

Como usar nutri?

  • Decocção ou infusão: 30 g / l (rizoma fresco); 20 g / l (rizoma desidratado), 3-4 X 250 ml / dia;
  • Pó ½ a 1 colher de café ao dia
  • Hipoglicemiante: Decocção: 30 g / l (rizoma fresco); 20 g / l (rizoma desidratado), 250 ml, 30 minutos antes das refeições;
  • Cristais de gengibre mastigar 3 a 5 antes das principais refeições
  • Sumo de uma ½ a 1 colher de sopa de gengibre fresco adicionada aos sucos ou alimentos no final da preparação
  • Se o uso do gengibre por 2 a 3 dias não resolveu as náuseas, use gengibre com cravo: amasse a raiz fresca para extrair o sumo e adicione pitadas de cravo em pó e use como tempero; Ou faça decocção de gengibre com cravos: 20g de gengibre fresco e 8 cravos.
  • Sumo de gengibre com sal e limão: ralar o gengibre sem casca (cerca de 5cm), adicionar ½ limão espremido sem semente e uma pitada de sal. Consumir 1 colher de chá quando sentir desconforto.
  • Uso externo: Analgésico e anti-inflamatório em contusões, osteoartrite, tendinite

EFEITOS COLATERAIS –efeito danoso no fígado, irritação gástrica, azia, sangramento, picos de pressão alta– 6 gramas ou mais. CUIDADO!!! Somente utilize sobre prescrição do seu médico ou nutricionista ;)

CONTRA INDICAÇÕES: Não usar se houver sinais de calor, como febre, sudorese, fogachos. Evitar o uso em menores de seis anos. Em casos de cálculos biliares, pacientes com desordens de coagulação, hipertensão, gastrite, úlcera e sudorese excessiva.

INTERAÇÕES: antagoniza anti-hipertensivos Potencializa ação de antidiabéticos. Aumenta efeito de anticoagulantes. Sedativos (benzodiazepina, álcool, barbitúricos, nonbenzodiazepina) – aumenta seu efeito sedativo. Somente utilize sobre prescrição do seu médico ou nutricionista 😉

RECEITAS COM GENGIBRE

👉🏼Chá para resfriado: casca de abacaxi + gengibre

👉🏼 Dor de cabeça: 1 colher de chá diluída em agua de coco

👉🏼 Suco de melancia com gengibre

🍵 Chá de gengibre: 1 colher de chá de gengibre ralado num copo. Jogar água fervente e deixar em infusão por 15 minutos. Coar e adoçar com mel. Pode colocar três gotinhas de limão para suavizar a adstringência do gengibre. Ingerir de morno a quente.

COMO SEMPRE TER GENGIBRE FRESCO EM CASA:

Pegue um pedaço de pelo menos 5cm de uma raiz fresca de gengibre coloque em um vaso cheio de solo arenoso, molhe ocasionalmente para manter úmido. A raiz vai começar a crescer em 4 a 5 semanas. Quando precisar de gengibre, puxe a raiz, corte o pedaço que deseja e enterre de novo. A raiz continuará a crescer.

Shot de cúrcuma com gengibre – Clica aqui!

Bjo💋
Nutri Ana

Instagram: @anagluck

Não encontrou o que estava procurando? Busque no site

Purê de Grão-de-Bico ao Curry

Bom dia!🌻 Bora para MAIS uma receita MARA 🙌😋 600g de cenoura 1 unidade de…

Chá para cólica menstrual

Bom dia!🔅 Cólicas menstruais? Que tal esse chá? 1 colher de sopa de calendula 3…

Nutrição para a Pele

Bom dia! 🔅 Levanta o dedo quem não quer ter uma pele bonita! É claro…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chame no WhatsApp