Intestino Preso – Leia esse Post!

Bom dia 🌻

A constipação intestinal ou Intestino preso (como costuma ser chamado) constitui um dos sintomas mais frequentes que atendo em consultório. Também observo que é mais comum em mulheres e idosos.

Geralmente os pacientes se queixam de fezes endurecidas, esforço excessivo ao evacuar, poucas idas ao banheiro durante a semana e sensação de evacuação incompleta.

A constipação intestinal trata-se de um sintoma e não de uma doença específica. Pode, também, indicar alguma manifestação de doença que necessite investigação para o diagnóstico.

O trânsito colônico normal em adultos varia de 20h a 72h.Considera-se normal a frequência de evacuação de, no mínimo, três vezes por semana.

👉Resumindo:

  • Evacua menos de três evacuações por semana;
  • Suas fezes são duras, secas ou grumosas;
  • Fezes difíceis ou dolorosas de passar;
  • Sensação de que nem todas as fezes passaram.

 

Alguns fatores aumentam o risco de constipação:

  • Mulheres, especialmente durante a gravidez ou pós parto
  • Adultos mais velhos não caucasianos
  • Depressão
  • Inatividade física
  • Comportamental (vergonha)
  • Abuso físico ou sexual
  • Pessoas que comem pouca ou nada de fibras
  • Alergias, hipersensibilidades alimentares
  • Restrição calórica
  • Pessoas que tomam certos medicamentos ou suplementos
  • Pessoas com certos problemas de saúde incluindo distúrbios gastrintestinais funcionais (disbiose) e doenças inflamatórias intestinais. Síndrome do Intestino Irritável – Leia Mais!

Causas secundárias:

  • Doenças endócrinas (ex.: hpotiroidismo)
  • Doenças metabólicas (ex.: diabetes)
  • Doença neurológica (ex.: Parkinson)
  • Medicamentosa (ex.: analgésicos, anti-hipertensivos)
  • Neurolépticos (etc..)

⚠️Sinais de alarme ou alerta:

  • Emagrecimento
  • Febre
  • Anemia
  • Anorexia

🥝CONDUTA NUTRICIONAL🥝

Antes de tudo, identificar a possível causa do seu intestino preso, descartando as causas secundárias (uso de certos medicamentos/suplementos, doenças intestinais..etc..). Mudanças no estilo de vida como adotar uma dieta rica em fibras, verduras, legumes, evitar o excesso de farinhas, carnes vermehas e doces, excluir possíveis alergenos alimentares, aumentar o consumo de líquidos e incluir atividade física diaria já costumam refletir excelentes resultados. Além disso, adotar uma rotina de ida ao banheiro, o peristaltismo intestinal (movimentações) – reflexo gastrocólico – costumam acontecer logo ao acordar após o café da manha e também após o almoço.

Exame Análise Microbiota Intestinal – SAIBA MAIS!

📍Fibras
A ingestão diária de fibra recomendada é de 20g a 35g por dia. A ingestão deve ser aumentada lentamente ao longo de várias semanas para diminuir os efeitos adversos, incluindo flatulência, cólicas abdominais e distensão abdominal. As fibras estão presentes nas frutas, legumes, leguminosas, verduras. Farelo de aveia, farelo de trigo. Fibras sóluveis em água que formam gel, facilitando o bolo fecal inclui: goma guar, goma de alfarroba, pectina, mucilagem, psyllium e glucomannan.

⚠️ Cuidado! Excesso de fibras também pode piorar a constipação se não houver hidratação suficiente (mínimo 2 litros de água diariamente)

 

📍Prebióticos
A inulina e os frutoligossacarídeos (FOS) são típicos prebióticos (atuam como “comidinha” para as nossas bacterias boas – probióticos), naturalmente presentes em frutas e vegetais como banana, chicória, cebola, alho, alho-poró e trigo, biomassa da banana verde, também podem ser consumidos na forma de suplementos. (converse com seu nutricionista).

📍Probióticos
São bacterias boas presentes no nosso intestino que constribuem com a melhora dos sintomas de constipação.

Kiwi 
O kiwi verde aumenta significativamente a frequência de defecação, o volume das fezes, a suavidade do movimento intestinal e a facilidade de defecação em estudos clínicos em adultos.

Ameixa Seca
Contêm altos níveis de fibra (6,1g/100 g), e grandes quantidades de compostos fenólicos que auxiliam no efeito laxante.

Goiaba
A goiaba, tanto frutas quanto folhas contém quantidade suficiente de fibra alimentar que forma a base para o tratamento da constipação intestinal.

Caqui
O ácido tanino presente no caqui reduz as secreções do intestino delgado e inibe o peristaltismo. O caqui deve ser evitado em casos de constipação intestinal.

 Dúvidas, podem me chamar, será um prazer ajudar 😍

Bjo💋
Nutri Ana

Instagram: @anagluck

Não encontrou o que estava procurando? Busque no site

CHLORELLA – Como não amar?

Bom dia! 🔅 Adoro e utilizo de temos em tempos, principalmente pela sua alta concentração…

Gordura abdominal x Álcool x Testosterona

Bom dia!🔅 Aiaiaai, sei que esse post não vai agradar muito, mas verdade seja dita……

Purê de Grão-de-Bico ao Curry

Bom dia!🌻 Bora para MAIS uma receita MARA 🙌😋 600g de cenoura 1 unidade de…

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Chame no WhatsApp